AVISO DE PRORROGAÇÃO

Está aberta a chamada para artigos que dialoguem de forma ampla com o tema que se propõe a lidar com algumas questões, tais quais: como estudar a criação quando se cria cada vez menos em suportes materiais? Não há geneticista que não tenha enfrentado essa questão.  Essa chamada também está aberta a discutir outras questões da contemporaneidade que desafiam os pesquisadores da criação, como: qual a relevância de estudar manuscritos hoje? Como preservar os documentos materiais em formatos digitais? Como organizar os documentos em sites ou formatos hipertextuais? Como estudar aquilo que é deletado? Como lidar com as novas formas de correspondência e criação em conjunto (redes sociais)? Como criar a partir de meios digitais? E como estudar esses meios? O que entendemos hoje por manuscrito? E por documento? E por processo? A criação mesma não se torna cada vez menos um bastidor, assumindo o espaço da própria cena?

Para as edições 4041 e 42 da Manuscrítica também serão aceitos artigos que confrontem a criação com temas contemporâneos, como as questões identitárias e de gênero, a intolerância, a inclusão, a radicalização política e as migrações. É preciso, como diria Mário de Andrade, ter a “coragem do contemporâneo”, olhando para esses novos suportes ou novas produções, mas também observar o histórico com o olhar do presente, recortando e apontando para aquilo que produz sentido ou ruído nesse presente.

As questões identitárias, de gênero, sócio-políticas, dentre outras comumente abraçadas pelos estudos culturais, podem reconfigurar também o aparato teórico da crítica genética. Nesses “rascunhos do contemporâneo”, não se trata de abordar apenas a produção artística mais atual, mas antes de integrar modos contemporâneos de pensar ao estudo da criação.

 

Novo prazo para envio do artigo: 30/04/2020

Normas para envio dos artigos podem ser encontradas neste link: DIRETRIZES PARA AUTORES. Dúvidas devem ser encaminhadas para o email da revista: manuscritica@gmail.com

 

Aproveitamos para pedir a todos que tenham doutorado que se inscrevam como pareceristas e descrevam os temas para os quais podem receber pedidos de pareceres.

 

Edição 40:

Aline Novais de Almeida

Patrícia Kiss Spineli

Wagner Miranda Dias

 

Edição 41:

Edson do Prado Pfutzenreuter

Elizama Almeida de Oliveira

Thiago Leão Antunes

 

Edição 42:

Amayi Luiza Soares Koyano

Katerina Blasques Kaspar

Lea Hafter